Cisnes Verdes sustentabilidade

A Era dos Cisnes Verdes e o Futuro do Planeta Terra

A Era dos Cisnes Verdes está entre nós. O capitalismo está no auge de sua crise, não podemos mais negar. Isso quem fala são os próprios defensores do sistema. Eles mesmos assumem que devem ocorrer mudanças. Portanto é preciso que ele se reinvente enquanto sistema econômico ou planeta entrará em colapso.

Por outro lado, é aí que podemos vislumbrar a Era do Cisnes Verdes e o Futuro do Capitalismo.

Quando comecei estudar Sustentabilidade, foi amor à primeira vista. O TBL – Triple Botton Line, proposto pro John Elkington fazia tanto sentido. Era tão redondo. Tão bonito.

Jonh Elkington
Fonte: Impact Alpha

Mas, com o passar do tempo e conhecendo um pouco da realidade empresarial e vindo da área da Contabilidade, a decepção.

Ficou claro que a motivação principal de muitas das empresas ao incluírem a Sustentabilidade em sua agenda, era muito mais para prestar satisfação ao mercado do que por acreditarem na ideia. Elkington, o Pai da Susten percebeu isso. Por isso, fez o recall do conceito.

Cisnes verdes e capitalismo regenerativo

Agora, o Pai do (TBL) acabou de lançar o seu mais novo livro de nome Green Swans: The Coming Boom in Regenerative Capitalism ainda sem previsão de tradução para o português.

O título do livro, numa tradução direta significa “Cisnes Verdes: O Novo Boom do Capitalismo Regenerativo” e promete rever todo os conceitos relacionados com as discussões que foram feitas nos últimos anos sobre sustentabilidade.

O autor se mantém fiel ao conceito do TBL.

Capa do livro Green Sawns, que já pode ser adquirido na Amazon.

No livro, que já está no meu Kindle, o autor faz um contraponto ao livro A Lógica dos Cisnes Negros de Nassim Nicholas Taleb. Nos cisnes negros, como é o caso do COVID-19, os problemas nos levam exponencialmente ao colapso. Estamos vivendo um enquanto eu digito estes Artigo.

Já os Cisnes Verdes são soluções que nos levam exponencialmente ao avanço enquanto sociedade. O livro é baseado nas experiências do autor, ferrenho defensor de uma mudança no sistema capitalista. Na visão dele, o capital deve servir pessoas, planeta e e gerar prosperidade.

Como o livro está organizado

Baseado em estudos de casos, o livro é recheado de exemplos do mundo real, de tecnologias emergentes que são consideradas “patinhos feios” para os padrões atuais, mas que virando cisnes verdes, podem impactar e salvar o mundo do futuro.

Na visão do autor, os cisnes verdes tem a missão de mudar profundamente o mercado e possui como catalisador o mix de desafios do cisne preto com a mudança de paradigmas, valores, mentalidade, políticas, tecnologias, modelos de negócios e outros fatores-chave.

energia eólica
Fonte: Photo by Jason Blackeye on Unsplash
Campo de energia eólica

É esperado que um cisne verde possibilite progresso exponencial na criação de riqueza econômica, social e ambiental. No pior cenário, o resultado ocorrerá apenas em duas dimensões e a manutenção da terceira nos mesmo patamar que começou.

Um cisne da cor verde não irá piorar a vida da sociedade, degradar o meio ambiente ou mesmo levar empresários a falir. Portanto, o objetivo é que ocorra uma inovação integrada das três dimensões. Uma questão que o autor considera é que pode ocorrer um período de ajustes em que uma ou mais dimensões tenham desempenho inferior.

O ideal é que a dimensão ambiental, a social e a econômica evoluam juntas.

A Sustentabilidade e as discussões acadêmicas

Quem vem acompanhando a evolução da Teoria da Sustentabilidade, sabe que a materialização dela se dá quando as organizações deixam público quais foram as suas ações, principalmente nos aspectos sociais e ambientais.

Por isso, ao propor um recall no conceito e publicar um livro propondo caminhos para o capitalismo trilhar, é de refletir como os acadêmicos passaram a tratar o tema. Particularmente ainda não consigo vislumbrar o que de fato o recall no conceito e até mesmo a publicação do livro irá trazer de discussão para o meio.

Por isso, a minha pergunta e o desafio, na visão de estudioso do assunto é como convencer aos donos do capital a não tirar direitos de trabalhadores, não desmatar, não poluir e ainda cuidar do clima, que teve sua emergência declarada?

E você, pensa o que sobre o assunto? Compartilha comigo nos comentários. Vou curtir muito saber.

O desafio está na mesa!

Gostou do Texto? Então, compartilhe

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

E para receber os próximos textos no seu e-mail, inscreva-se na minha newsletter gratuita

Leia também

Como a produção de conteúdo pode te ajudar a construir sua marca pessoal

Quando comecei produzir conteúdo para internet, lá no começo de março deste ano, não imaginava onde esta jornada iria parar.

Leia Mais

9 lições profissionais que aprendi trabalhando em 15 anos no mercado financeiro

Sim, é isso mesmo. Eu tenho esta carinha de bebê, mas no último dia 24 de outubro, completei 15 anos de casa, no maior e

Leia Mais

A vida não está nem aí para suas promessas de ano novo

Receita de Ano Novo Para você ganhar belíssimo Ano Novo … Não precisa chorar arrependido pelas besteiras consumadas nem parvamente acreditar que por decreto de

Leia Mais

Eu sou Eri Carneiro e tenho muitos interesses. Na Escola de PhDs, a primeira escola de superpoderes para Profissionais com habilidades Desenvolvidas do Brasil. Nela, eu mentoro e ajudo pessoas em transição de carreira, sejam elas da academia ou não. Minha maior paixão é a sala de aula e curto demais compartilhar tudo que aprendo, por esta razão, antes de qualquer coisa, me considero Professor. Me considero um escritor e um criador de conteúdo para internet. Também me aventuro pelo mundo dos Podcasts e apresento Travessia de Carreira e o Pode Meme. Como acadêmico, tenho os títulos de Mestre e Doutor em Administração. Como cientista, pesquiso nas áreas de Sustentabilidade, ESG, Gestão da Diversidade, Riscos e Métodos.