Guia rápido para você entender tudo dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS

Publicado por erivaldocarneiro em

Aqui pela rede ou pela internet, constantemente, vejo pessoas dizerem que não sabem o são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS ou como contribuir com a pauta, que além de importante, é urgente.

Muitas vezes não é nem é culpa da pessoa. Simplesmente o conteúdo nunca chegou pra ela.

Pensando nisso e como forma de continuar cumprindo a minha Missão de COMPARTILHAR APRENDIZADOS, no artigo de hoje, te apresento os aspectos mais relevantes do assunto.

Para ficar bem facinho e você consiga levar a mensagem adiante, vou apresentar naquele conhecido esquema de perguntas e respostas (que a gente ama, né?).

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Vamos lá?

Começando do começo…

Diferença entre sustentabilidade e desenvolvimento sustentável

Umas das dúvidas mais comuns que se encontra por aí, até mesmo entre gente entendida do assunto é sobre a diferença entre sustentabilidade e desenvolvimento sustentável.

Para que você nunca mais esqueça o conceito de sustentabilidade, vou te explicar o que é uma empresa sustentável.

É aquela que gera lucro para os acionistas, protege o meio ambiente e melhora a vida das pessoas em seu entorno. Tudo ao mesmo tempo, viu?

A gente costuma usar o termo stakeholders quando falamos aqui das “pessoas no entorno”. Em português podemos chamar de “partes interessadas”.

O Fórum Econômico Mundial, em sua última edição colocou em alta o termo capitalismo de stakeholders. Mas isso é pauta pra outro artigo.

Ou seja, não adianta lucrar, dar bom rendimento aos acionistas se a empresa tá cagando pra comunidade e funcionários. Pro meio ambiente, nem se fala, né? Já basta o Sinistro do Meio Ambiente.

O que é sustentabilidade?

Mas voltando para a sustentabilidade, dia desses aí publiquei um artigo dando beeeem mais detalhes, mas de qualquer forma e para você nunca mais esquecer, tome nota:

a sustentabilidade é baseada no conceito que os aspectos econômicos, ambientais e sociais devem estar presentes na estratégia da empresa que se define sustentável.

Só pra lembrar, a sustentabilidade é baseada em um termo em inglês que é o Triple Bottom Line – TBL, conhecido como modelo dos três Ps – People, Planet and Profit – Pessoas, Planeta e Lucro. A sustentabilidade é o que dá base ao desenvolvimento sustentável.

Os acadêmicos🙄🙄🙄🙄🙄 adoram dizer que a sustentabilidade é o paradigma do desenvolvimento sustentável!

O que é o desenvolvimento sustentável?

O desenvolvimento sustentável concilia aspectos sociais e econômicos do desenvolvimento, tendo por base uma gestão ecologicamente prudente dos recursos naturais e do meio ambiente.

O termo leva em conta uma perspectiva futura ao incentivar o uso racional dos recursos existentes, satisfazendo as nossas necessidades, mas pensando, também no futuro.

Uma explicação bem simples que gosto é:

quando você mora numa casa com muita gente, a comida que foi feita para o almoço tem que encher a barriga de todo mundo. Se quem for chegando primeiro, comer tudo, quem vem depois, vai ficar com fome.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Essa é a lógica do desenvolvimento sustentável.

Então, não adianta esgotar todos os recursos agora, como se as gerações futuras não fossem existir.

Tenha educação, menine!

Por conta deste pensamento e procurando agregar a conservação do planeta com a justiça social, igualdades de oportunidades, os ODS foram propostos.

E o que são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável?

Os ODS tem sua origem em documento chamado “Nosso Mundo: A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável” e foi assinado por 193 países-membros da Nações Unidas em 2015 durante a Cúpula de Desenvolvimento Sustentável na ONU, Nova York.

Basicamente, os ODS são formados por 17 Objetivos e 169 metas. É coisa pra caramba, o que inviabiliza colocar todos aqui. O super ponto positivo é a linguagem super fácil e acessível.

Pensa na confusão, dedo no cy e gritaria pra definir esses ODS?

Tempos atrás, fiz um carrossel bem legal, mostrando quais são os ODS. Dá uma conferida aqui! Mas caso não queira ir lá, esses bichinhos todos estão aqui:

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

E como os ODS se organizam?

Os ODS podem ser agrupados em 5 grupos de afinidade de ações que eles indicam que devem ser feitas. A ONU, chama de elementos subjacentes ao ODS e no fim das contas é um direcionamento do que se pode esperar de resultado da implementação dos ODS.

Aqui no Brasil, eu já vi pessoas chamando dos 5Ps da Agenda 2030. Tá tudo certo! O importante é divulgar!

E afinal, quais são esses Ps?

  • Pessoas – acabar com a pobreza e a fome em todas as formas e dimensões para que todes possam realizar o seu potencial humano, com dignidade e igualdade, em meio a ambientes saudáveis.
  • Planeta – cuidar e proteger o planeta da degradação, inclusive por meio do consumo e produção sustentáveis, da gestão sustentável dos recursos naturais, combatendo, urgentemente, a mudança do clima, para que as gerações presentes e futuras sejam atendidas.
  • Prosperidade – assegurar que todes no planeta possam ter uma vida próspera e que o progresso econômico, social e tecnológico ocorra em harmonia com a natureza.
  • Paz – promover sociedades pacíficas, justas e inclusivas livres do medo e da violência.
  • Parcerias – mobilizar os meios necessários para implementar a Agenda por meio de uma Parceria Global, com base no espírito de solidariedade global fortalecida.
Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Qual a relação dos ODS com as mudanças climáticas?

Todas que você consiga imaginar. Mas vou tentar simplificar…

O ODS 13 é todo dedicado às mudanças climáticas e convida governos, empresas e sociedade a “Tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima e seus impactos”.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Para o Brasil, foram propostas 4 metas relacionadas com o ODS 13, elencadas na sequência:

  • Ampliar a resiliência e a capacidade adaptativa a riscos e impactos resultantes da mudança do clima e a desastres naturais;
  • Integrar a Política Nacional sobre Mudança do Clima (PNMC) às políticas, estratégias e planejamentos nacionais;
  • Melhorar a educação, aumentar a conscientização e a capacidade humana e institucional sobre mudança do clima, seus riscos, mitigação, adaptação, impactos, e alerta precoce;
  • Estimular a ampliação da cooperação internacional em suas dimensões tecnológica e educacional objetivando fortalecer capacidades para o planejamento relacionado à mudança do clima e à gestão eficaz, nos países menos desenvolvidos, inclusive com foco em mulheres, jovens, comunidades locais e marginalizadas.

Dias atrás andei falando sobre como pequenas empresas podem começar a incluir a questão climática em suas atividades. Aparentemente o desafio é grande, mas com boa vontade a apoio dos governos, a gente consegue.

Tem muita gente com boas intenções, que estão arregaçando as mangas e indo pra batalha. Só resta saber se teremos tempo.

E como está a implementação dos ODS pelo Brasil?

No nível empresarial vemos muitas ações das empresas que fazem parte da Agenda 2030. Eu mesmo cuido de uma das metas na empresa que eu trabalho. Temos nos esforçado muito para cumpri-las.

Em 2020 o desafio tem sido maior por conta do Coronga Vairus, mas vamos conseguir.

No nível de Brasil, a minha crença tá o meme da Xuxa!

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Eu realmente queria falar sobre nossa evolução, do quanto estamos evoluindo na Agenda 30 Nacional, mas o que vemos é um acúmulo de absurdos, um atrás do outro.

Regredimos enquanto nação.

A BOIADA ESTÁ PASSANDO COMO NUNCA!

Uma possível conclusão…

Não tem conclusão. O que temos é muito trabalho pra caramba a fazer. Então, que tal você mandar esse artigo para alguém, compartilhar nas suas redes. Te vejo nos comentários!

Processando…
Sucesso! Você está na lista.

erivaldocarneiro

Oi, eu sou Erivaldo Carneiro. Se quiser, me chamar de Eri, tá tudo certo. Sou um aspirante a escritor e em breve você poderá me ler em qualquer banca de rua entre carregadores de celular, revistas vencidas e cigarros baratos. Gosto de falar sobre tudo, mas a minha paixão é pela Metodologia Científica. Ela já salvou minha vida. Pode salvar a sua. Também.

0 comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: