Precisamos falar sobre homofobia

No dia 17 de março de 1990, a Organização Mundial de Saúde tirou a #homossexualidade da lista de doenças. Desde então, o dia tem sido considerado o Dia Internacional de Combate à Homofobia. Mais do que celebrar, é um dia de luta pelo nosso direitos e contra #homofobia, #transfobia e a #lesbofobia.
Já tivemos muitas conquistas enquanto comunidade, fruto de muita luta, inclusive no mercado de trabalho.
Mas é preciso que você também se engaje na luta.
Não basta não ser homofóbico. É preciso ser anti homofóbico. No artigo de hoje, eu te dou argumentos para conversar com homofóbico.

Vamos juntes?

O alimento da saudade de casa

Hoje é Dias das Mães e, provavelmente, você não vai poder almoçar com ela. A boa notícia é que estamos todos no mesmo barco.
As saudades serão matadas virtualmente.

O almoço com todo mundo vai ficar para um tempo verbal do futuro que ainda não sabemos conjugar.

Pensando nesse tempo, no texto de hoje, compartilho com você um pouco do meu sentimento.

Ótima leitura e um Feliz Dia das Mães!

Octavia-Spencer-como-Madam-C.J.-Walker-na-nova-série-da-Netflix-Divulgação-Netflix

3 razões (não óbvias) para assistir “A Vida e a História de Madame C.J. Walker”

Recentemente a Netflix lançou uma mini série de 4 quatro capítulos, chamada “A Vida e a História de Madame C.J. Walker”. Sei que muitos já sugeriram a série, onde a empreendedora é interpretada pela atriz ganhadora do Oscar, Octavia Spencer. Também sei que muitos já assistiram e que já tiraram suas conclusões. E provavelmente foram baseadas no senso comum, na narrativa que estamos acostumados a ouvir sobre casos de sucesso nos negócios.

Como ser criativo em tempos de crise

Um dos momentos de maior inspiração que eu tive na minha vida foi por causa de um crise de criatividade. Um blackout criativo. Ele aconteceu na reta final da escrita de minha tese.

Um apagão criativo gerou em mim grandes descobertas e no fim de tudo, alguns aprendizados.

– Não acredite em fórmulas mágicas. A resposta vai vir de você.

– Agradecer pode ser uma forma da gente se reconectar com o que ou quem nos inspira.

– Quando um apagão criativo chegar, acolha ele, chama pra tomar um café ou um chá.